Resenha: Desaparecidos - Quando cai o raio (Meg Cabot)


Título: Desaparecidos (Quando cai o raio)
ISBN: 9788501088178
Autor(a): Meg Cabot
Ano: 2011
Editora: Galera Record
Número de páginas: 164

_____________________________

Nem preciso falar que sou mais uma fã da Meg Cabot, né?! Ela está no ranking dos autores que me mostraram as maravilhas da leitura... Lembro-me bem do meu entusiasmo quando, aos 14 anos, li meu primeiro livro dela, 'O diário da princesa', e me apaixonei!


Apesar da minha história com os livros da Meg, o ultimo livro que comprei para de autoria dela foi 'Tamanho 42 não é gorda', e devo admitir que me decepcionei. Nunca consegui terminar o livro e nunca mais me animei pra comprar outro livro dela. Até que uma amiga-irmã minha, após meus lamentos por estar de férias da faculdade e sem muito o que fazer, veio aqui e me deixou um punhado de livros (a maioria de banca, admito! I Love it!!) e eis que entre eles estava o livro alvo da minha resenha de hoje, Quando cai o raio, Meg cabot. Comecei a ler as primeiras páginas com aquele medinho lá no fundo, medo de me decepcionar de vez! Respirei fundo e resolvi que era tudo ou nada, e me obstinei a ler o livro até o fim! 
Aqui vai a sinopse:


aspas
Mandaram que eu escrevesse um relato, em primeira pessoa, sobre o que aconteceu comigo, falando toda a verdade e nada mais do que a verdade. Então tá.

O que aconteceu comigo: fui atingida por um raio. Tudo culpa da Ruth, que resolveu que queria voltar da escola andando, para queimar uns quilinhos... Acabou que eu é quem fui queimada. Ninguém acreditou em mim, nem eu mesma, pra ser sincera. Eu não estava me sentindo mal, não tinha nenhuma marca ou machucado... Nem estava chamuscada! Mas logo as coisas começaram a mudar.

Quando acordei no dia seguinte, de alguma forma sabia onde estavam as duas crianças cujas fotos estampavam a caixa de leite, aquelas do Disque-Desaparecidos, sabe? Pois é.

Eu tinha certeza absoluta sobre onde elas estavam. O problema é que eu achava que estava fazendo uma coisa boa! Liguei para o Disque-Desaparecidos e avisei à simpática senhorinha onde estavam essas duas crianças, e depois mais outras... Até que dois não-tão-simpáticos agentes federais apareceram na minha escola para conversar comigo. Até parece!

Agora sou foragida da justiça, tenho que ajudar um dos meninos que foram encontrados e ainda preciso disfarçar o quanto o motoqueiro da sala de detenção mexe comigo...

Ainda bem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar... Certo? 


Depois de ler a sinopse, achei que a história seria no mínimo interessante...
Já nas primeiras páginas ri um pouco com o jeito da Jess, personagem principal, uma baixinha briguenta, esquentada, e irreverente! Mas não pude deixar de notar que o livro é bastante voltado para um público mais infanto-juvenil, o que eu já esperava, é bem 'O diario da princesa', até pela idade da Jess (16 anos) já dá pra notar que o público é mais ou menos o mesmo, o que não diminui em nada a qualidade da trama.
Com o passar das paginas a história é complementada por uma paixão de escola muito bonitinha, e preciso confessar que achei o Rob (maior de idade, pelo menos! :D:D) bem... digamos, interessante! ;)
A história tem várias partes engraçadas, e uma leitura super agradável.
Não é um livro com grandes acontecimentos, apesar de ter, sim, seus trechos de "ação"...
A Meg Cabot conseguiu envolver romance adolescente, ação, paranormalidade, governo americano, motoqueiros, esquizofrenia, entre outros em um único livro, claro que não há aprofundamento em nenhum dos temas, mas ela dá uma pincelada, eu diria que na medida certa, em todos!
Por fim, gostei do livro. Recomendo mais para um público mais jovem! Mas acredito que para qualquer idade pode ser considerado um livro até legal!

CLASSIFICAÇÃO


O(A) Autor(a): 
Meggin Patricia Cabot, mais conhecida pela abreviação Meg Cabot, Patricia Cabot ou pelo seu pseudônimo Jenny Carroll, é uma escritora estadunidense.
É mundialmente famosa por ser autora de mais de 60 livros, dentre os quais seu maior bestseller é a série de dez volumes O Diário da Princesa. Atualmente Meg vive com seu marido e sua gata de um olho só chamada Henrietta em Nova Iorque.

Um comentário:

  1. Oi Anne, tb gosto dos livros dela, mas nem todos, alguns me enchem a paciência...rsrsrs...
    recebeu os livros que eu enviei? A trilogia dos irmãos highlanders???
    Bjs
    Ca
    http://mromances.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...